Desmobilização dos ativos de sua empresa através de leilão: vale a pena?

Existe uma forma muito eficaz de se desfazer dos bens parados na sua empresa e é através da desmobilização de ativos através de leilão. 

Neste artigo, explicamos o que é a desmobilização de ativos, o que fazer antes de optar por essa decisão e como realizar esse procedimento por meio de um leilão, que pode ser a melhor solução para a sua empresa recuperar capital e a auferir resultados financeiros.

Boa leitura!

O que é a desmobilização de ativos?

É a venda de certos ativos, como matérias-primas, imóveis, veículos ou maquinários, de uma empresa para outra empresa ou pessoa. Geralmente, esses ativos estão parados e não representam mais utilidade para as atividades e para o funcionamento da organização.  A venda desses bens para outra pessoa física ou jurídica interessada é vantajosa para ambos os lados.

Para a parte vendedora, essa é uma forma de levantar recursos financeiros que podem ser utilizados para diversos fins, como: reestruturar determinado setor, pagar dívidas, aumentar o caixa da empresa etc. Já para o comprador, a aquisição desses materiais representa novas oportunidades de negócio e de, no futuro, obter resultados financeiros.

O que fazer antes de realizar a desmobilização de ativos da sua empresa?

O primeiro passo é analisar o estado e as condições dos seus ativos. Independentemente de desmobilizar imóveis, veículos ou máquinas, por exemplo, você precisa verificar se eles estão bem conservados e se possuem algum débito ou pendência. 

Dessa forma, você evita ter problemas com custos posteriores, reclamações e pode até mesmo conseguir aumentar o valor do seu bem, dependendo do estado de conservação. 

Você pode solicitar uma avaliação feita por um profissional especializado que possa averiguar aspectos do seu bem, como o estado, a defasagem e a necessidade de reposição de peças. 

Assim, é possível traçar um plano para recuperar capital e a auferir resultados financeiros com os seus ativos desmobilizados. 

Como desmobilizar os seus ativos?

Existem diferentes formas de colocar os seus bens à venda e uma delas é por meio de um leilão, que costuma gerar resultados financeiros, recuperando o capital da empresa de forma rápida. 

Vale a pena realizar a desmobilização de ativos através de um leilão?

Essa é uma opção fácil, segura e rápida para as empresas vendedoras, que não precisam se preocupar em encontrar a pessoa ou a organização interessada em seus ativos desmobilizados, já que os escritórios de leilão se tornam responsáveis por todo o processo.

Neste processo, é normal existirem dúvidas quanto à realização dos leilões e se vale a pena vender bens inutilizados pelas empresas dessa forma e a resposta é sim!

Por exemplo: para o comprador, os leilões são uma ótima forma de conseguir um desconto sobre o valor original do bem e controlar, através dos lances, o valor que quer pagar pelo lote. 

Para a parte vendedora também é um ótimo negócio, pois ela tem o interesse de liquidar o seu ativo que está improdutivo e o valor da venda aumentará os rendimento do seu negócio.

O leilão também é vantajoso para quem está querendo se desfazer de determinados ativos, porque:

  • um leiloeiro fica responsável por todo o processo de divulgação, de compra e de venda, poupando-lhe tempo e trabalho;
  • esse profissional define o dia e o horário para o leilão começar e terminar, o que ajuda você a saber quando a venda será efetuada; 
  • existe uma grande possibilidade de aparecem vários compradores interessados; 
  • esse é um processo seguro para vendedores e compradores, porque é regulamentado por um edital que traz todas as informações sobre o leiloeiro e o leilão (por isso, ele deve ser lido cuidadosamente); 
  • e, dependendo do interesse dos arrematantes e da disputa entre eles, você pode conseguir resultados financeiros em cima da venda;
  • o leilão é regido por lei específica (citar a lei) que entre outras vantagens para o vendedor garante a venda como irretratável e irrevogável.

Conclusão

Toda empresa precisará desmobilizar os seus ativos em algum momento, já que vai precisar de novos veículos, maquinários, imóveis, entre outros bens que estarão adequados à sua necessidade naquele momento. 

E, para essa desmobilização ser ainda mais efetiva, a empresa pode recuperar o seu capital por meio de um leilão, um modo fácil, rápido e seguro de receber um retorno financeiro que pode ser reinvestido dentro da companhia. 

Na hora de escolher um escritório de leilões que vai ser o responsável por divulgar e por realizar o leilão dos seus bens, procure por um parceiro de confiança, que ajude a sua empresa a realizar a desmobilização com sucesso.